sábado, 24 de agosto de 2019

Dancing Brasil 5 - Ep. 08 || Noite dos Musicais || (21/08/2019)


Para tudo! A palavra de ordem do Dancing Brasil dessa semana foi “SURPRESA”. O oitavo episódio usou e abusou desse elemento e transformou a “Noite dos Musicais” no melhor programa temático dessa temporada (até agora)!!!




🎭Na Broadway...
Numa noite de musicais, o clássico drama musical “All That Jazz” não poderia faltar, não é mesmo? E o programa começou com a mesma música que dá início ao filme: “On Broadway”. Com a presença da banda do Dancing Brasil, a canção foi interpretada ao vivo por... Juan Alba (surpresa 1... vai contando).

Juan Alba, que a maioria conhece só como ator, mostrou que manda bem também na música
Foto: Blad Meneghel


O ator e cantor foi o convidado especial e interagiu com os bailarinos do programa enquanto cantava até que nossa Rainha surgiu para dançar também (surpresa #2).

As definições da "Dancing Queen" foram atualizadas com sucesso

Linda, a Dancing Queen usou somente um body e uma peruca a la Cher como figurino e mostrou que estava afiadinha na coreografia. Parece que o que a gente ficou esperando na noite do tema livre (semana passada) veio agora e veio cheio de sensualidade. Pedir para fazerem mais aberturas assim tipo.... toda semana, é abuso?

Nossa Cher! Ou melhor, Xer 😍😍😍




🕺💃Desafio dançante
Mal acabou a coreografia, Xuxa manteve o pique e já foi anunciando que ia ter coreografia com todos os participantes ao mesmo tempo valendo ponto (surpresa 3). A surpresa foi nossa, pois eles já tinham sido avisados UM dia antes  da tarefa extra e tiveram que se virar para não fazer feio.

Mas como nossa Dancing Queen não brinca em serviço, resolveu botar fogo na sapatilha e anunciou que a tal dança não ia ser feita com seu profissional de todo dia. Já que a coreografia tinha um momento em que os participantes formavam um círculo e os técnicos outro por fora, todos dariam três voltas (participantes num sentido e técnicos no sentido oposto) e ao parar a pessoa que estivesse a frente seria seu par (surpresa 4 – para eles e para a gente).

O momento da troca dos pares no desafio surpresa


O desafio foi inspirado no musical West Side Story, na famosa cena “The Dance at the Gym” em que o apresentador do baile até tenta que os casais sejam trocados, mas como é uma briga de gangues, as duplas não aceitam e acabam dançando com seu par original. Mas no Dancing não tem briga e dançar com o colega é parte do show... Compare:




D’Black foi o escolhido pelos jurados com o que melhor executou a coreografia. D’Black ensaiou com sua partner Carol, mas na hora H dançou com Bruna Bays (partner de Victor Sarro).

D'Black ensaiou com Carol, mas teve que dançar com Bruna pelas regras do desafio
Parabéns duplo para comemorar os 2 pontos extras



🎫Apresentações

Topetudo! 
Victor Sarro & Bruna Bays ainda estão na vibe do triplo DEZ de semana passada e abriram as apresentações com um jive que teve o aval do Jayme, mas mesmo assim ele não deu dez, vai entender...  Bruna fez Victor descer do salto 😁😁😁 e subir o topete dos anos 60 retratado no musical Hairspray. E ele fez - e ficou - bonito. Nota do público: 8,6 – terceira melhor da noite!

Victor & Bruna: impossível não vibrar com o alto astral desses dois, seja no salto, no aéreo ou no chão!


Paz, amor e dança!
Se começou com Hairspray, Bia Feres & Paulo Victor ficaram “só” no Hair. “Só” coisa nenhuma! Paulo Victor transpôs o universo do musical para um paso doble de forma muito inteligente. Como a história fala do Guerra do Vietnã e o movimento hippie, ele e Bia protagonizaram o embate clássico guerra x paz de forma totalmente inédita, já que no filme não existe tal cena. Melhor nota geral da noite!


Bia & Paulo Victor: paso doble no universo de Hair de forma totalmente inédita e criativa.
Melhor nota da noite merecidamente

Apenas uma vez?
O musical que inspirou a apresentação de Ricardo Vianna & Dani De Lova pode não ser conhecido do grande público, mas certamente depois da rumba desses dois, vai ter muita gente querendo dar uma olhadinha no filme holandês. Ricardo vem apresentando uma das melhores evoluções no programa e mesmo enfrentando algumas zonas de risco obtém boas notas dos jurados. Bem que o título do filme poderia ter inspirado o número de vezes que o casal iria para a zona de risco, né?

Dani & Ricardo Vianna dançaram um dos números de Once... mas deu vontade de ver once, twice, three times
Foto: Blad Meneghel


A Miúxa Sereia
Cátia Paganote & Fernando Perrotti trouxeram o único musical em animação da noite para a pista de dança. Se Sebástian e os animais marinhos deram seu show “under the sea”, o casal preferiu a superfície para transformar em samba o clássico da Disney, "A Pequena Sereia". Só que parece que Úrsula, a bruxa do mar e vilã da história, deu uma passada na bancada dos jurados e eles foram bem exigentes e não ficaram satisfeitos com o gingado da nossa Paquita Ariel.

Cátia & Fernando: dessa vez a Úrsula se deu bem e a "miúxa" Sereia não teve boas notas
Foto: Blad Meneghel


Ópera do Bailarino
D’Black & Carol Dias trouxeram o único musical nacional da noite para a pista de dança. Coube a Carol recriar uma das clássicas cenas em forma de rumba. Sensualidade a toda prova! Carol conseguiu tirar das mulheres o protagonismo da cena e deixar que D’Black brilhasse. Na cena original as personagens Teresinha e Lúcia disputam a atenção do Malandro, mas ele fica em segundo plano. Para a apresentação, Carol “disputou” a atenção do malandro com Talita Real, a cantora da banda do Dancing.

D'Black brilhou na versão dançante da cena em que as mulheres eram o foco. Mérito de Carol que adaptou a cena sem perder o contexto da Ópera do Malandro. Sensualidade em cada frame


Crie fama e... dance uma salsa
O musical “Fame” foi a inspiração para a salsa de Dany Hypólito & Marquinhos. E falando em fama, qual é a fama desses dois? De arrasar nas coreografias, mas parece que os jurados não levaram isso em conta e não foram tão bonzinhos nas notas como de costume. Já a fama junto ao público continua ótima, o casal conseguiu a melhor nota da noite: 8,8


Parece que o letreiro de "Fame" não quis ficar aceso na visão dos jurados, mas para quem estava em casa, Dany & Marquinhos fizeram jus à fama de favoritos. Os jurados falaram que faltou a "anarquia" de Fame. A gente não entende da parte técnica, mas nem demos falta dela, né?



😐Zona de Risco
No placar final, mais surpresas: Dany & Marquinhos ficaram em penúltimo lugar e estrearam na zona de risco (surpresa 5) mesmo com um histórico de melhores notas nos episódios anteriores. Ricardo & Dani que tiveram uma nota melhor que D’Black, mas foram assim mesmo para a disputa da preferência do público (surpresa 6), afinal o cantor tinha 2 pontos bônus do desafio inicial. E na lanterna ficaram Cátia & Fernando (surpresa 7). E pensar que foram eles os primeiros a ter triplo 10 nesta temporada (ep.05).



Cátia & Fernando não conseguiram a aprovação suficiente e deixaram a competição. Parece que a pequena Sereia não deu sorte e levou o sonho de vencer a disputa por água abaixo.




🎙️Mais surpresa
Um pouco antes de anunciar o casal que iria se despedir da competição, Xuxa chamou a atriz e cantora Alessandra Maestrini para uma participação especialíssima (surpresa 8) encerrando o programa e cantando ao vivo um dos temas do musical “Victor ou Victoria” (1982) enquanto os bailarinos apresentavam a coreografia final.

Alessandra Maestrini encerrando o programa num dos números do musical Victor/Victoria (1982)


Lembrando que na semana passada, foi também ao som de uma canção interpretada por Alessandra que o programa se encerrou (mas ela não estava presente). Que tal chamar a moça para ser uma das participantes da 6ª edição, hein, hein? Se ela não der certo dançando, pelo menos vai nos dar uma lição de auto estima. Olha só que incrível sua participação no Xou da Xuxa de 1990!



🎼Músicas dos Musicais
Gostou de alguma música e ficou na dúvida do nome ou do intérprete? Como a gente sabe que o gênero musical não é tão popular por aqui, demos uma ajudinha para você saber mais tudo que rolou nessa noite:

Abertura: On Broadway [George Benson] (1978)
Musical: All That Jazz (1979)

Desafio Dançante: Dance At the Gym (1961)
Musical: West Side Story (1961)

1. Victor Sarro & Bruna Bays The Nicest Kids in Town [Corny and Council Members] (2002)
Ritmo: Jive
Musical: Hairspray
Nota: 27 + 8,5 = 35,5

2. Bia Feres & Paulo VictorLet the Sunshine In [Cast f Hair] (1968)
Ritmo: Paso Doble
Musical: Hair
Nota: 27 + 8,6 = 35,6

3. Ricardo Vianna & Dani De LovaFalling Slowly [Glen Hansard and Markéta Irglová] (2006)
Ritmo: Rumba
Musical: Once
Nota: 26 + 8,3 = 34,3

4. Cátia Paganote & Fernando PerrottiUnder the Sea [Samuel E. Wright] (1989)
Ritmo: Samba
Musical: A Pequena Sereia
Nota: 21 + 7,9 = 28,9

5. Vinícius D’Black & Carol DiasO Meu Amor [Chico Buarque] (1978)
Ritmo: Rumba
Musical: Ópera do Malandro
Nota: 25 + 8,4 = 33,4 +2 = 35,4

6. Dany Hypólito & Marquinhos Fame [Irene Cara] (1980)
Ritmo: Salsa
Musical: Fame
Nota: 23 + 8,8 = 31,8

Encerramento: Le Jazz Hot! [Henry Mancini] (1982)


🏆Reta Final
Episódio 8 com pelo menos 8 surpresas, vocês viram, não é mesmo? Porque aqui é assim, a gente faz o por de bras e mostra o punch! Hahahaha. Não sabemos bem o que isso quer dizer, mas nos achamos a Fernanda Chamma agora... A diferença é que ela sabe, enquanto a gente finge... 😁😁😁

Outra coisa que a gente não sabe é o que a reta final do Dancing nos prepara. O programa nunca esteve tão equilibrado e as duplas nunca oscilaram tanto em suas colocações.


Só faltam três programas, quem chega na final?


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...