quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

Dancing Brasil 4 - Ep.11 (05/12/2018) || Final ||

Quando Marcos Mion, direto de "A Fazenda", anunciou que estava prestes a começar a grande final do Dancing Brasil 4, ele fez mais que usar uma expressão rotineira para essas ocasiões... Sim, a  "Grande Final" do Dancing Brasil 4 foi GRANDE em todos os sentidos: na emoção, na dança, na dedicação de cada profissional, no envolvimento de todos os participantes e, principalmente, grande no amor. Pode parecer piegas falar de amor aqui, mas não tem outra palavra para descrever o que fazer parte do Dancing 4 representou para tanta gente.


Talvez essa tenha sido a temporada mais disputada até hoje. Tão intensa que nunca se viu tanto apego dos participantes e consequentemente tanta frustração diante da eliminação. Quem pôde acompanhar as redes sociais dos participantes sabe do que estamos falando. Quem imaginaria Oscar Filho ou Juliana Rios tão abalados com sua saída do programa a ponto de terem que esperar um tempo para conseguir falar sobre o assunto. Se isso não é amor pelo que se está desempenhando, se não é entrega, não sabemos mais o que é...

Missão cumprida!
"Todos somos um e juntos não existe mal nenhum"
Foto: Blad Meneghel


A abertura
Se a primeira palavra é amor, a segunda é entrega. Por onze semanas, vimos o que é fazer uma atração bem cuidada, um verdadeiro presente para quem assiste de casa ou na plateia. E se a pessoa não acompanhou o programa, mas assistiu à final, ela também teve essa sensação já pela abertura.

Pela primeira vez TODO o elenco do Dancing Brasil participou do número. E quando dizemos TODO, falamos também dos profissionais que estão por trás das câmeras. Uma linda homenagem da equipe para eles mesmos e também para o público.

Do pessoal do switcher, equipe técnica ao diretor:
as estrelas que você não vê, mas que também fazem tudo acontecer
Claro que os 14 participantes, seus partners, Xuxa e Junno também fizeram parte, mas isso já era de se esperar.

Ô abram alas que eu quero dançar
Ô abram alas que eu quero dançar
Sou fã do Dancing, não posso negar
Sabem o que não foi tão legal? Nas redes sociais, tivemos posts de agradecimento de Xuxa, Junno, diretores, participantes... Até aí nada demais, mas o tom das mensagens era de um "adeus" e nós estávamos acostumados com um "até logo". Ver todo mundo naquela abertura apertou o coração e deu medo de não haver mais temporadas. Vamos aos fatos: nenhuma outra temporada do Dancing acabou sem ter uma previsão para a a estreia da próxima e dessa vez nada foi dito. Não faz isso com a gente, Record! Tomara que sejam só longas férias e que 2019 não passe sem a melhor pista de dança da TV.

Incertezas a parte, vamos a cada detalhe dessa memorável noite.
Nossa Dancing Queen estava mais para Princesa do que para Rainha, mas isso não tem nada a ver com a hierarquia. O vestido feito por Michelly X deixou Xuxa uma perfeita Princesa dos contos de fadas, aquela coisa de Disney mesmo.

A Rainha mais princesa dos contos de fadas
Fotos: Blad Meneghel


Parte I - o Desafio dos Jurados
A dinâmica da final foi um pouco diferente do que estamos acostumados: pela primeira vez tivemos quatro casais e a tarefa era dançar um ritmo escolhido pelos jurados e, na segunda parte, um "show dance" (colocar o maior número de ritmos em uma única coreografia). Os jurados deram suas notas, mas só para reconhecer a dedicação de cada dupla, pois a decisão estava mesmo nas mãos do público.

Fernanda Chamma, Jaime Arôxa e Paulo Goulart Filho escolheram para cada casal o primeiro ritmo que dançaram na estreia do programa, a exceção ficou para Amaral & Bruna que repetiram o samba (apresentado no segundo programa).

O trio de jurados analisa as primeiras performances dos participantes e propõe que os casais dancem novamente os ritmos para ver o quanto cada dupla evoluiu


Pérola & Fernando abriram a noite dançando rumba ao som de Shallow, tema do filme "Nasce uma Estrela". O nome do filme não poderia ser mais adequado ao que vimos esse casal desenvolver durante toda a temporada. Não tem como não falar: a dupla foi a única, em toda a história do Dancing, que nunca foi para zona de risco e também a única que foi assunto em todas as nossas resenhas.

Pérola e Fernando: a reinvenção na pista de dança

Infelizmente não temos como comentar todas apresentações de cada programa, do contrário os textos seriam intermináveis. Sempre escolhemos aqueles que por algum motivo se destacaram e como ser indiferente à Pérola e Fernando? A dupla se reinventou a cada quarta-feira e dessa vez não foi diferente. A apresentação impecável tocou os jurados, que não conseguiram se conter nos elogios ao casal: "Você já é uma bailarina profissional" - disse Jaime à Pérola; "Pra mim, vocês são o casal mais técnico e profissional desta quarta temporada" - endossou Fernanda Chamma, enquanto Paulo Goulart Filho foi mais além: "para mim, você é a participante de melhor qualidade técnica de todas as temporadas". Trinta pontos porque não tinha como ser mais.

A emoção de Pérola ao ser escolhida como "a participante de melhor qualidade técnica de todas as temporadas"


Amaral também conquistou muitos elogios dos jurados, que evidenciaram o carisma, o bom humor e a superação do ex-jogador que, independente da técnica na dança, fizeram toda diferença nas suas performances. A sintonia dele com Bruna nos fez ver como a equipe acertou na escolha dos casais. O trabalho de Bruna, que estreou na temporada anterior, merece ser evidenciado e aplaudido também pelo seu bom humor, entrega e profissionalismo. Se hoje Amaral sabe usar suas pernas fora do futebol, o mérito é de Bruna.

Amaral & Bruna: a apresentação mais divertida da noite e uma sintonia que garantiu a presença do casal na final


Lu & Marquinhos também garantiram o triplo 30 ao final da apresentação de paso doble. Foi impressionante ver a forma como a cantora cresceu nos últimos programas. Mesmo diante de alguns impasses com Marquinhos, Lu conseguiu buscar seu melhor e fechou a temporada podendo dizer que realmente mereceu estar entre os finalistas. Vale a menção à cenografia e à caracterização dos bailarinos de apoio na performance, que foi a mais teatral da noite.

O Paso Doble sombrio de Lu e Marquinhos garantiu o triplo dez na dança e na cenografia

Falando em teatralidade, não tem como não se lembrar de Allan Souza Lima. O rapaz, sempre intenso em suas apresentações, na dança é um diamante lapidado por Carol Dias. O trabalho da dançarina, que está no elenco desde a primeira temporada, mas só estreou como partner no Dancing 3 ao lado de Bruno Chateaubriand, foi recompensado e também mereceu chegar à final. Tal merecimento foi reconhecido por Allan que fez questão de dizer que dividiria com ela o prêmio caso ganhassem. O casal dançou um tango de encher os olhos. Encher de água, literalmente. A performance teve água de verdade e garantiu triplo 10. A façanha aquática ganhou o elogio de Fernanda:  "gente fazendo número embaixo de chuveiro, eu já vi 50 mil vezes, mas levar a técnica que foi feita a seco para debaixo de um chuveiro eu só vi uma vez em Londres e agora aqui, no Dancing Brasil".

Allan & Carol: qualidade e dedicação até debaixo d'água! Literalmente!

Parte II - Show Dance
Mantendo a ordem das apresentações, Pérola e Fernando vieram mostrar seu show dance. Nem precisamos dizer o quanto a apresentação foi completa e novamente ganhou triplo dez. Se o casal, no programa, ficou marcado pela técnica, a última apresentação foi pura emoção, começando pela declaração de Pérola que ela não se sentia mais tão competitiva e que agora sentia que fazia aquilo porque gostava. Fernando não ficou atrás e, emocionado,deu um forte abraço na Rainha após encerrar sua última performance ao lado de Pérola. Fernando estreou na temporada passada ao lado de Hylka, mas o casal foi eliminado no episódio 9. Dessa vez, seu trabalho ganhou, talvez, o melhor elogio que um jurado pode fazer: "Eu tenho que agradecer, tenham a certeza que vocês vão ser o parâmetro para as próximas temporadas. 'Eu quero dançar como a Pérola e o Fernando'... é isso que as pessoas vão dizer" - concluiu Paulo Goulart Filho.

Pérola e Fernando, o casal invicto do Dancing: a última apresentação teve GRRRR, mas também teve muita emoção


Amaral & Bruna e Lu & Marquinhos vieram em seguida. Enquanto Amaral conseguiu subir um pontinho em sua nota (27 para 28), Lu não teve a mesma sorte e não conseguiu repetir seu triplo 10, mas nem por isso deixaram de fazer apresentações dignas de registro entre as melhores do Dancing.

Marquinhos e Lu:show dance nas alturas

A última apresentação da temporada ficou sob a responsabilidade de Allan e Carol. O casal adaptou de maneira brilhante um dos números do filme musical "O Rei do Show" e incendiou a pista. Sim, se antes o elemento era a água, agora era vez do fogo. Allan chegou a dizer que tinha muito receio de estar no programa por medo da exposição de um reality e gradativamente foi descobrindo que estar ali era muito mais significativo do que ele poderia imaginar. Se essa descoberta tivesse acontecido mais cedo, talvez fosse ele o maior concorrente direto de Pérola já nos primeiros programas.

Allan encarna o Rei do Show na última apresentação do Dancing Brasil 4
O rapaz fez jus ao título


A últimas músicas da temporada
A banda do Dancing Brasil marcou presença e cantou todas as músicas ao vivo. Mesmo na noite das apresentações mais memoráveis, ainda sobrou espaço para prestarmos atenção no talento desse pessoal que tornou a noite mais especial. Olha só o que eles interpretaram:

Abertura: Epilogue [Justin Hurwitz] - Trilha de La La Land (2016)


Parte I – Desafio dos Jurados
1. Pérola Faria & Fernando PerrottiShallow [Bradley Cooper & Lady Gaga]  (2018)
Ritmo: Rumba
Nota: 30

2. Amaral & Bruna BaysAgamamou [Art Popular]  (2000)
Ritmo: Samba
Nota: 27

3. Lu Andrade & MarquinhosBring Me to Life [Evanescense]  (2003)
Ritmo: Paso Doble
Nota: 30

4. Allan Souza Lima & Carol DiasHands to Myself [Selena Gomez] (2015)
Ritmo: Tango
Nota: 30



Parte II - Showdance
1. Pérola Faria & Fernando PerrottiNatural [Imagine Dragons]  (2018)
Nota: 30

2. Amaral & Bruna BaysFeel Again [OneRepublic]  (2012)
Nota: 28

3. Lu Andrade & MarquinhosShut Up and Dance [Walk the Moon]  (2014)
Nota: 28

4. Allan Souza Lima & Carol DiasThe Greatest Show [Hugh Jackman, Zac Efron] (2017)
Nota: 30


Encerramento com gostinho de estreia: Thalita Pertuzatti cantou "I Wanna Dance With Somebody (Who Loves Me)" na versão da primeira temporada enquanto todos os participantes faziam sua última dança


E o casal vencedor é...
Na hora de anunciar o grande campeão da temporada, surgiu a dúvida em quem acompanhou tudo desde o começo: depois de algumas eliminações inesperadas como a de Valéria Valenssa, Oscar Filho e Juliana Rios, qual seria o caminho que o público ia seguir: o de votar no participante por seu carisma ou sucesso em outras áreas ou aceitaria a opinião dos jurados que sempre valorizaram a continuidade do aprendizado e evolução? Como disseram Xuxa e Junno em uma live na véspera da final: "é Dancing Brasil, gente! Não é Fofo Brasil ou Simpatia Brasil, vamos pensar, analisar e votar direito".

É... Nessa monarquia da dança, a Rainha fala e os súditos ouvem. Com mais de 50% da preferência popular, o caminho escolhido foi o da continuidade e evolução na pista. Pérola Faria e Fernando Perrotti se consagraram os grandes campeões da temporada. Merecidamente!



Em relação às demais colocações houve uma reviravolta se compararmos ao placar geral:Lu Andrade ficou em 2º lugar, posição que seria de Allan pelas notas.

Placar geral das notas dos onze programas: se a colocação acontecesse pelas notas, só o primeiro lugar teria sido o mesmo da votação popular

Ao final da quarta temporada do Dancing Brasil, a Record TV pode se orgulhar de ter produzido um programa de tamanha qualidade na TV aberta brasileira e toda a equipe do programa pode se orgulhar de ter cumprido a missão dada com louvor!

Rainha toda orgulhosa: Xuxa fez questão de parabenizar o maridão por sua atuação como coapresentador do Dancing Brasil. Tá aprovado, Junno! Que dia começa a quinta temporada, hein?


Para nós fica a saudade e a difícil tarefa de se acostumar a não ter Xuxa, Junno e o trio de jurados todas as quartas-feiras comandando esse espetáculo. Entendemos que o formato precisa descansar para que o interesse seja sempre constante, mas que a espera não seja longa. Que venha logo a 5ª temporada.

Enquanto isso, ainda temos mais uma chance de ver a disco ball do programa girar. No próximo dia 19/12, vai ao ar o especial de fim de ano do Dancing: O Dancing Brasil Junior, uma competição nos mesmos moldes da que conhecemos só que com baixinhos! E a Xuxa tá como?

Rainha dos Baixinhos e da Pista de Dança
Isso é o que podemos chamar de "o melhor de dois mundos"
Ela merece!



Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...