terça-feira, 29 de agosto de 2017

Dancing Brasil 2 - Ep. 06 (28/08/2017)

Respeitável público, o Gran Circo Dancing Brasil orgulhosamente apresenta... um dos maiores espetáculos que nossa Rainha já apresentou! Sim, o 6º episódio da 2ª temporada do programa saiu na frente a disputa do título de episódio mais eletrizante das duas temporadas. Nem vamos nos estender sobre a megaprodução de mais uma abertura digna de Broadway, ou melhor, de Cirque du Soleil. A dança se misturou às acrobacias e malabarismos do circo, Xuxa não dançou, mas nem por isso deixou de ser o diferencial da abertura.

Hoje tem espetáculo? Tem, sim, senhor!
Hoje tem bailarinos? Tem, sim, senhor!
Hoje tem Rainha? Tem, sim, senhor!

Com mais um figurino incrível, Michelly X mostrou que sabe trazer glamour para o picadeiro. Xuxa vestiu uma roupa que faz referência a diversos outros modelitos que usou em sua carreira, sobretudo na época do Xou da Xuxa.

O visual glam-circus da Rainha

Se num circo nós ficamos tensos com as peripécias que os artistas fazem numa corda ou trapézio, no programa a tensão ficou pelo que duas artistas não fizeram... Ninguém esperava as ausências de Alinne Rosa e Carla Prata. As moças se acidentaram durante os ensaios e estão de licença médica até poderem se recuperar. Caso não se recuperem a tempo, terão o mesmo desfecho de Theo Becker na semana passada.

Carla Prata e Alinne Rosa: na corda-bamba
Cai ou não cai? Ou melhor, sai ou não sai?


Com o número de apresentações reduzidas, alguns ajustes foram feitos ao longo do programa: o bate-papo de Sergio Marone com os participantes após as performances foi nitidamente estendido. O co-apresentador que nos primeiros programas deixou de conversar tanto com os artistas, dessa vez fez várias perguntas.

Com a ausência de duas participantes sobrou mais tempo para Sérgio falar


Falando em evolução, não dá para deixar de mencionar Milene. A ex-jogadora, que esteve em todas as zonas de risco dessa temporada, parecia outra pessoa. Dançou bem e até arriscou umas embaixadinhas durante sua performance. O resultado deu certo, recebeu duas notas 9 e uma 8. Caminho inverso traçou Yudi. O "baixinho" acostumado com o pódio, viu acontecer seu pior placar: penúltimo lugar. O ritmo foi o samba e os jurados foram unânimes em apontar uma entrega menor, o que refletiu nas notas. Poxa, Yudi, nem com a Rainha cantando...

Yudi: samba do coringa doido.
Que boca é essa?

A surpresa na performance de Yuri foi a música escolhida: Piruetas. O carro-chefe do "XSPB5 - Xuxa Circo" foi remixada com arranjos de samba e ficou incrível! Foi a 1ª vez que uma música na voz de Xuxa foi utilizada em uma performance dos competidores - lembrando que no Dancing "Xuxa" (Temporada 1), as músicas da loira foram interpretadas pela Banda Quase9.



Teve de XSPB a músicas do Cirque du Soliel, mas nem só de músicas circenses viveu esse episódio. Vamos à lista:

Abertura: Abertura do Circo [Orquestra de Cordas - Instrumental] (1983)

1. Jaque Carvalho e Marcelo - Storm [Cirque du Soleil] (2005)
Dança: Paso Doble

2. Suzana Alves e Tutu - Hernando's Hideaway [Archie Bleyer] (1954)
Dança: Tango

3. Milene Domingues e Rafael  - Simple Joys [Patina Miller] (2013)
Dança: Jive

4. Yudi Tamashiro e Bárbara  - Piruetas (Samba Mix) [Xuxa e Renato Aragão] (2004)
Dança: Samba

5. Lexa e Teo  - The Hollywood Wiz [Cirque du Soleil] (2016)
Dança: Quickstep

Encerramento: Kairos [Derek Hough - Instrumental] (2016)

Na hora do placar final, algo inusitado e inédito aconteceu. Lexa, Milene e Suzana empataram com 26 pontos, enquanto Yudi ficou com 25 e Jaque com 24. A regra do programa é clara: "vão para a zona de risco as três menores notas". Só que só tivemos três notas, ou seja, TODOS participantes foram para a zona de risco.

Aquele momento em que o circo pega fogo: TODO MUNDO na zona de risco


O coração foi na boca tal e qual se estivessem todos em motocas dentro do Globo da Morte. A disputa se tornou eletrizante e a cada dupla "salva" por Xuxa na hora de anunciar o resultado era uma comoção - principalmente para quem estava torcendo para Suzana e Tutu, uma das duplas que mais conquistaram notas altas até o momento e ficaram até o momento "restam dois" da zona de risco.

Nem Xuxa estava aguentando de ansiedade e decidiu que apenas ia repetir as palavras do diretor. Parece que Carelli se lembrou do que dizia Carequinha - "a melhor gargalhada a gente dá no circo" - e quis ver todo mundo feliz: a eliminação da noite estava cancelada em razão das duas ausências (Alinne e Carla).

♫♫♫ A gente gosta de brincar de circo♫♫♫
Fazer o jive, uma coreô ensaiada
♫♫♫ A gente adora não ter a zona de risco ♫♫♫
como é bom dançaaa-aaa-aaar

Com o final mais que feliz e como ansiedade pouca é bobagem, Xuxa encerrou o programa com ares de suspense, sem anunciar qual será o próximo tema, mas prometendo uma surpresa! O que será que vem para a próxima semana? Esse Dancing está nos deixando tão mal acostumados....

E esse post foi um oferecimento de Pantene Pro-V
(Mentira, a gente amou Xuxa brincando com seu 

rabo de cavalo e quis usar a imagem de todo jeito)

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...